Coorlece - Cooperativa de Otorrinolaringologia do Estado do Ceará

Notícias

Eu tenho rinite ou sinusite?

""Por dentro das nossas narinas, há um revestimento delicado chamado mucosa nasal. Visualmente, parece muito com o revestimento interno da boca e da garganta. Quando este revestimento sofre uma inflamação, chamamos de rinite (origem greco-latina do termo rhinos, ou seja, nariz).

Agora imagine os ossos de sua face. Saiba que os ossos da região da testa, assim como abaixo dos olhos (região da bochecha), são ossos ocos, que possuem um espaço cheio de ar em seu interior. Esses espaços ocos comunicam-se diretamente com o nariz, inclusive são forrados pelo mesmo tipo de revestimento mucoso. Assim, toda vez que inspiramos, o ar acaba penetrando dentro desses ossos da face. São justamente esses espaços que chamamos popularmente de seios da face. A denominação tem origem greco-latina sinus. Portanto, quando o interior dos sinus sofre alguma inflamação, denominamos de sinusite.

Por que o revestimento do nariz inflama? As causas mais comuns são: irritação por impurezas que respiramos (fumaça, ar quente, solventes, poeira de construção, etc.), infecção por vírus e bactérias e, cada vez mais comumente, processos alérgicos. Em todos os casos, a mucosa nasal fica avermelhada, produz uma secreção que pode ser clara ou amarelada/esverdeada, podendo surgir obstrução nasal, espirros, coceira, fungado e escorrimento. Como nariz e seios da face comunicam-se, muitas vezes a inflamação do nariz (rinite) acabem se disseminando para os seios, gerando a sinusite.

Através do relato da história clínica colhida durante a consulta, associado a um exame clínico do nariz (eventualmente exames complementares podem ser necessários), o médico poderá diagnosticar a causa da rinite, bem como determinar se também há sinusite.

Por fim, vale ressaltar que, na maioria dos casos, a rinite e a sinusite vêm em crises que são tratadas e curadas.  Ou seja, nem todos “tem rinite ou tem sinusite” pra sempre. Certamente há casos em que tanto a rinite como a sinusite podem tornar-se doenças crônicas, exigindo medicações e acompanhamento regular, eventualmente até cirurgia. O exemplo maior é a rinite alérgica, que pode provocar em alguns pacientes sintomas diários de coceira nasal, coriza e espirradeira sempre que o paciente inalar mofo, ácaro ou poeira.
 

JOSE MARIO LIMA JUNIOR

CRM: 9889

MEDICO OTORRINOLARINGOLOGISTA
RQE 4406

Notícias

Por que as mulheres sofrem mais com problemas no sono?

A insônia é um problema que atinge uma parcela significativa da população mundial. Em todas as partes do planeta, pessoas com dificuldade para dormir sofrem problemas cotidianos como o lapso de atenção e a falta de desempenho em atividades necessárias como o estudo e o trabalho. Mas você sab

Perda do Olfato

Para quem desconhece, a anosmia é a perda total do olfato. A maioria das pessoas com anosmia consegue reconhecer as substâncias salgadas, doces, ácidas e amargas, mas não pode dizer a diferença entre sabores específicos. A capacidade de dizer a diferença entre os sabores realmente só depende

Câncer de laringe

A laringe é a parte da garganta que contém as cordas vocais e participa da fala, mas tem outras importantes funções como a respiração e a proteção dos pulmões da aspiração de alimentos na deglutição. Ela é dividida em subglote, glote e supraglote. É na glote que estão as cordas vocai
20 Anos Coorlece