Coorlece - Cooperativa de Otorrinolaringologia do Estado do Ceará

Notícias

Otite externa: perigo para saúde de crianças e adultos no período de férias

Doenças que podem ser contraídas em locais de diversão, como praias e piscinas, tornam-se mais frequentes
Com o fim do ano chegando, também aproxima-se as férias. Aqui no Brasil, país de clima tropical e que muitas pessoas buscam cidades quentes para passar esse período, os parques, praias e espaços com piscinas são opções de lazer muito procuradas para quem busca se divertir e se refrescar ao mesmo tempo.
Contudo, existe um risco oculto nestes ambientes aquáticos: a otite externa. A doença se manifesta quando há contato constante com a água e o ouvido cria uma umidade propícia para a proliferação de bactérias e fungos. Dessa forma, ocorre uma inflamação no canal auditivo externo, ocasionando muita dor, e, em alguns casos, perda de audição.
Apesar do período das férias ser festivo e descontraído, é preciso manter a atenção quanto a saúde. Conforme o médico otorrinolaringologista e presidente da Coorlece, João Paulo Bastos, pessoas que praticam esportes aquáticos, como natação e surf, tem mais propensão a ter esse tipo de doença, também chamada de “ouvido de nadador”.
Outro fator que causa a otite externa é o uso inadequado de objetos para auxiliar na limpeza do canal auditivo, como cotonetes, grampos, arames, etc. Estas ações causam ferimentos e não permitem que o cerume cubra da maneira ideal todo o ouvido.
Prevenção
“Uma boa dica é se certificar se a água está própria para banho ao entrar em ambientes aquáticos, como rios, praias e piscinas. Se não for possível, uma opção é utilizar protetores apropriados para evitar a entrada de água na orelha externa ao nadar. Caso sinta necessidade de enxugar as orelhas, utilizar sempre uma toalha macia e não introduzir nada na orelha externa.”, alerta o otorrinolaringologista.
O tratamento da otite externa inclui o uso de analgésicos por via oral e de antibióticos ou antifúngicos em gotas. Quando a coceira ou a dor for persistente, é necessário procurar um otorrinolaringologista para instituir o tratamento adequado.
Aplicativo
A Cooperativa de Otorrinolaringologia do Estado do Ceará (Coorlece) disponibiliza o aplicativo “Otorrino Já”, uma maneira muito mais fácil e funcional de marcar uma consulta com otorrinolaringologistas. Você pode selecionar qual médico mais próximo de sua residência e marcar sua consulta imediatamente. O aplicativo está disponível para as plataformas iOS (https://goo.gl/qqadTy) e Android (https://goo.gl/SYoCbw)

InspiraComunicação e Marketing  Assessoria de imprensa da Coorlece Jornalistas: Ana Lídia Coutinho (85) 98855.9844 | analidia@agenciainspira.com  Mônika Vieira (85) 98779.2007 | monika@agenciainspira.com


Notícias

Alergias Respiratórias

  A alergia é uma reação exagerada do sistema imunológico em relação a certas substâncias da natureza, que são chamadas de alérgenos. Essas reações são provocadas por substâncias habitualmente inofensivas para a maioria das pessoas. No caso das alergias respiratórias superiores, pode

Dia Nacional do Surdo e a importância dos exames preventivos

  O dia 26 de setembro, Dia Nacional do Surdo, é um dia importante para destacar a importância da prevenção e o diagnóstico precoce da surdez. A data marca a criação da primeira escola de surdos no Brasil, no Rio de Janeiro, em 1857. Cerca de 10 milhões de brasileiros possuem alguma defici

Por que as mulheres sofrem mais com problemas no sono?

A insônia é um problema que atinge uma parcela significativa da população mundial. Em todas as partes do planeta, pessoas com dificuldade para dormir sofrem problemas cotidianos como o lapso de atenção e a falta de desempenho em atividades necessárias como o estudo e o trabalho. Mas você sab
20 Anos Coorlece